sexta-feira, 17 de junho de 2016

Resenha: Depois de Você


"Eu mal conseguia dizer o nome de Will. Ouvindo histórias sobre relações familiares, os casamentos de trinta anos, as casas, vidas e filhos compartilhados, eu me sentia uma fraude. Eu havia sido cuidadora de alguém durante seis meses. Eu o amei e o vi pôr fim à própria vida. Como é que essas pessoas desconhecidas poderiam entender o que Will e eu havíamos significado um para o outro durante esse tempo? Como eu poderia explicar que tínhamos nos entendido muito depressa, que compartilhávamos piadas simples, verdades bruscas e segredos sinceros? De que maneira eu poderia relatar que aqueles poucos meses haviam mudado a forma como eu me sentia em relação a tudo? Que ele modificara tão completamente meu mundo que nada mais fazia sentido sem ele?"

Pode conter spoiler do livro anterior.

      Sinopse: Lou Clark tem muitas perguntas. Por que acabou indo trabalhar no bar de um aeroporto, onde passa o expediente inteiro observando outras pessoas voarem para novos lugares? Por que o apartamento onde mora há um ano ainda não parece um lar? A família será capaz de perdoá-la pelo que ela fez dezoito meses antes? Algum dia ela vai superar ter perdido o amor de sua vida? Mas o que Lou sabe com certeza é que as coisas precisam mudar. Até que, certa noite, uma pessoa desconhecida bate à sua porta. Será que ela tem as respostas que Lou procura... ou apenas mais perguntas? Se Lou fechar a porta, a vida vai continuar igual: simples, ordenada, segura. Se abrir, estará arriscando tudo. Lou prometeu que continuaria viva. E se vai cumprir isso, terá que convidar essa pessoa a entrar...

Título: Depois de Você.
Autor: Jojo Moyes.
Páginas: 320 páginas.
Editora: Intrínseca.
ISBN: 9788580578645


"Ao olhar para trás, percebo que fiquei um pouco atordoada nos primeiros nove meses após a morte de Will. Fui direto para Paris e simplesmente não voltei para casa, eufórica com a liberdade, com os desejos que Will despertara em mim [...] Naqueles primeiros meses, parecia que eu estava em carne viva: eu sentia tudo com mais intensidade. Acordava rindo ou chorando, enxergava todas as coisas como se um filtro tivesse sido removido".

Algumas Impressões 

        Quer hora melhor para lançar a resenha desta continuação maravilhosa do que o dia seguinte em que a adaptação da história do primeiro livro chegou finalmente aos cinemas? Eu estava muito ansiosa para liberar esta resenha, mas quis esperar por este momento mágico, meio que como uma forma de marcá-lo, e despertar ainda mais a curiosidade daqueles que ainda não conheciam a trama criada por Jojo Moyes. Bom, antes de falar sobre o livro, só para efeito de conhecimento das pessoas lindas que acompanham este espaço e me aguentaram falando sobre o assunto sem parar: apresentei o trabalho de conclusão de curso / monografia, falei quarenta minutos sem parar e tirei cem com louvor! Ha, e um monte de gente foi até lá ouvir sobre o meu, o seu, o nosso Capitão América!  Agora, voltando aos trabalhos, que eu não sou a maior fã do mundo de romances quem acompanha o Fleur já sabe, mas as parcerias têm mudado minha perspectiva acerca das histórias mais "amorzinho" e "açucaradas". Acontece que apesar de se caracterizar como um romance, a obra de Jojo quase acabou comigo. Como eu Era Antes de Você (clique para ler a resenha), foi um livro que me marcou profundamente, e que me fez passar por uma baita depressão pós livro, da qual eu pensei que nunca mais ia me recuperar. Para citar Harry Potter, foi como se toda a felicidade tivesse sido sugada para algum lugar e eu nunca mais fosse ser feliz de novo. Ok, estou sendo dramática, mas foi mais ou menos isso mesmo. Quando soube que o livro tinha uma continuação, Depois de Você, fiquei com receio de que o ritmo da trama declinasse, e que o segundo livro fosse algo completamente diferente do primeiro, em suma, fiquei com medo de que ele fosse ruim e eu odiasse, tendo em vista que realmente gostei do outro (no top de 2016, ele está dentro com toda certeza). Mas a autora me surpreendeu de formas que não sei explicar. Trabalhando com o luto de uma forma delicada, demonstrando como as pessoas podem nos marcar e afetar o resto de nossas vidas, inclusive nossas escolhas e inclinações, trazendo à tona revelações bombásticas que causam tremendas reviravoltas, falando sobre crescimento pessoal e superação e até mesmo sobre feminismo, Depois de Você conquista pelo sentido ambíguo: ao mesmo tempo que é complexo em todas as suas particularidades, é cheio de simplicidade e lições valiosas sobre as diferentes experiências pelas quais passamos e o que afinal elas têm a nos ensinar. 

Sobre a Intrínseca 

Uma editora jovem, não só na idade – afinal foi fundada em dezembro de 2003 – mas no espírito inovador de optar pela publicação de ficção e não ficção priorizando a qualidade, e não a quantidade de lançamentos. Essa é a marca da Intrínseca, cujo catálogo reúne títulos cuidadosamente selecionados, dotados de uma vocação rara: conjugar valor literário e sucesso comercial.


8 comentários:

  1. Ainda ando tentando ler o primeiro livro antes de ir ver o filme, mas sabe aquela coisa de ficar desviando dos spoilers? ENTÃO, MENINA, socorro aiuehiauhe ♥ A história parece ser incrível, quero muito ler em breve ambos os livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou me preparando psicologicamente para ver o filme depois de ler os dois livros, porque o primeiro me emocionou muito e acho que vão me achar no chão do cinema chorando KKKKKK E sim, a história é ótima! <3 Um beijo : *

      Excluir
  2. Tenho que ler o primeiro livro, mas as minhas amigas querem ir no cinema essa semana.. então não conseguirei.

    Sua resenha me despertou com ainda mais vontade de acompanhar a história!

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história me causou certa resistência no começo, porque eu já comecei a ler o primeiro livro sabendo do final. Foi um spoiler daqueles sabe, que uma pessoa abençoada me deu! Mas né. Entretanto o enredo acabou me conquistando e surpreendendo, e o segundo livro conseguiu fazer isso em dobro. Um beijo :*

      Excluir
  3. Confesso que romances açucarados não são os meus preferidos, mas devo admitir que ler algo da jojo moyes está nos meus planos, sim! Vejo tantas pessoas apaixonadas por seus livros que tenho que conhecer também! AH, e parabéns, mais uma vez, pela conclusão do tcc! E que tema <3
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei bem como é, porque eu não sou muito chegada em romances. Tudo culpa de uns livros do Nicholas Sparks! Mas a Jojo me encantou com a escrita dela. Obrigada! Um beijo :*

      Excluir
  4. Meu preferido entre os dois livros, com certeza é o segundo. O primeiro não me segurou muito...
    Ainda assim, meu preferido da Jojo é A última carta de amor. E olha que eu nem curto muito romance... HAUIHAUSHUIAHSU
    | A Bela, não a Fera| | Coisas diferentes nas casas da Finlândia|| FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu também. Não que eu não tenha me emocionado com o primeiro, mas o segundo falou mais coisas pra mim, e eu curti as temáticas levantadas pela autora. Esse eu ainda não li, mas já ouvi maravilhas dele! E olha que eu também não sou muito de romance KKKKKKK Um beijo : *

      Excluir