quarta-feira, 20 de abril de 2016

Sessão Pipoca: Zootopia


          Criada em uma fazenda, Judy Hopps é uma pequena coelha, filha de agricultores que plantam cenouras há décadas. A ideia é que os filhos sigam a profissão dos pais, mas a coelhinha tem planos maiores: Judy pretende se mudar para a cidade grande, Zootopia, onde todos os animais, carnívoros ou não, vivem em harmonia, e tornar-se a primeira policial coelha. Disposta a realizar seus sonhos, ela enfrenta o preconceito e as manipulações dos outros animais, mas também conta com a ajuda inesperada de um animal de uma espécie que representava seu maior medo, a raposa Nick Wilde, conhecida por sua malícia e infrações nas mais diversas áreas da cidade. Trabalhando juntos, esta dupla inesperada se dedica à busca de um animal desaparecido, mas acaba descobrindo que uma conspiração muito maior está prestes a afetar o equilíbrio de toda a cidade.
      
Título: Zootopia: Essa cidade é o Bicho.
Duração: 1 hora e 48 minutos. 
Direção: Byron Howard, Rich Moore. 
Gênero: Animação, Família, Comédia.
Lançamento: 17 de março de 2016.


Algumas Impressões

        Esta animação conquistou meu coração! A Disney Animation Studios é famosa por conseguir desenvolver histórias de sucesso nos mais variados tempos e contextos, como Operação Big Hero (uma parceria com a Marvel Studios) e Frozen – Uma Aventura Congelante. Mas, apesar de contar como animais como protagonistas, Zootopia é uma das animações mais realistas do estúdio que eu já assisti até hoje, trazendo conceitos intrínsecos, tanto simples, como a violência nas cidades, a superpopulação das mesmas e a veneração de ícones da cultura pop, até o mais complexos, como abusos éticos da polícia, o preconceito com o diferente, discussões sobre comportamentos e preferências ligadas à biologia e até mesmo conceitos do feminismo. E o mais interessante, é que estes conceitos podem ser facilmente reconhecidos pelo público expectador, basta estar aberto a entender as mensagens escondidas ao longo da trama. Em outras palavras, o enredo se transforma em uma clara alusão à sociedade contemporânea onde nós, seres humanos, vivemos. 


          Para não entregar a trama através de spoilers, basta que eu diga que o conflito principal se dá em torno da discussão do porque de alguns animais estarem voltando a seus antigos comportamentos, como selvagens, um caso que a policial coelha Judy empenha-se em solucionar. Os personagens são extremamente bem construídos, e a narrativa se desenvolve de modo a prender o expectador até o último minuto, com reviravoltas de tirar o fôlego. Particularmente, me senti como quando assisti à Divertida Mente (clique para ler a resenha), pois ambas as animações trazem reflexões de extrema importância, além de fazer com que a ideia de que as animações são voltadas apenas para o público infantil cair por terra. Seja através das sequências de ação, suspense ou mesmo pelas piadas, citações a Breaking Bad e O Poderoso Chefão e sacadas inteligentes dos mais variados personagens, me diverti muito, mas também saí do cinema com um panorama totalmente novo da sociedade atual, brilhantemente reproduzida de forma inusitada nesta incrível e bem pensada animação dirigida por Rich Moore e Byron Howard.


10 comentários:

  1. Esse filme ♥ Eu adorei a trilha sonora dele, sério. Achei a coisa mais fofa. E super combinou com tudo aiueiauhe. Tô querendo ir ver, quem sabe. Adorei a resenha, de qualquer forma, me fez ter mais vontade ainda de ir assistir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adorei ♡ A grande estrela deles é genial kkkkkkk o filme é ótimo e eu recomendo demais! Um beijo :*

      Excluir
  2. EU AMEI ESSA ANIMAÇÃO! Eu sou Disney Girl nível não-fale-mal-da-disney-perto-de-mim hsuahusahusa sou daquelas que se anima com uma coisa quando tem só o nome, sabe? Quando saiu a primeira arte dessa animação e tinha uma raposa eu surtei, porque adoro raposas (diga-se de passagem aquele O Cão e a Raposa que a mãe da raposa morre e eu fiquei traumatizada com aquilo).
    Eu adorei o fato da animação trazer tantos assuntos e não pareceu que tinha coisa de mais, na verdade tava tudo bem juntinho, bem encaixado um no outro. Toda a determinação da Judy é mais do que um incentivo pra nós que as vezes com pouco desistimos daquilo que queremos, ela mostrou que os sonhos tem valor e principalmente podem ser alcançados quando você não deixa o mundo te colocar pra baixo.
    O Nick é um amor! E aquela história da infância dele? É PRA DESTRUIR OS NOSSOS CORAÇÕES! Ali mostra que os animais que são vistos como fracos (as presas) podem ser tão cruéis como os mais fortes.
    E que filmes cheio de referencias! Quando eu vi aquela ovelha no laboratório, rodeada de flor azul e com roupa amarela, comecei a rir sozinha lembrando de Breaking Bad. E a ovelha chama a outra de Jesse, não? Eu juro que ouvi isso!!! shuahaushusa
    Quero muito ver esse filme de novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei bem como é, porque eu me animei desde o primeiro momento também. Gosto muito de animações <3 Também fiquei traumatizada com O Cão e a Raposa, não precisavam ter feito aquilo com nossos corações! E sobre o Nick, eu quase chorei junto com ele quando colocaram a focinheira nele só porque ele era uma raposa. Ele queria ser escoteiro poxa :/ Maldade! Eu enlouqueci com a quantidade de referências KKKKKKKKKKKKK SÃO SIMPLESMENTE GENIAIS! E apesar de ter um monte de assuntos, tudo se encaixa. Amei <3 Também quero, aliás, quero o DVD já! Um beijo : *

      Excluir
  3. Tô DOIDA pra ver esse filme! Faz um bom tempo que eu não me animo muito com as animações que tem sido lançadas (tanto que até hoje não vi Frozen, e depois que só tocava "lérigou" em todos os lugares que eu ia, eu desisti de vez, hahaha), mas Zootopia foi a primeira que me deixou com vontade de assistir de verdade, hahaha. Vou tentar assistir logo. Adoro filmes de bichinhos, ai. <3

    Allie | allieprovier.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é ótimo! Eu gostei demais <3 Veja imediatamente! KKKKKK Um beijo : *

      Excluir
  4. Eu amo animações! Estou doida para assistir a Zootopia, estou lendo muitas resenhas interessantes sobre o assunto. Também concordo que há sim, muitas animações capazes de agradar tanto ao público infantil quanto ao adulto. São produções muito inteligentes que nos fazem refletir, sem contar que são muito divertidas também!! <33 Beijo ;)

    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também! Sempre que vejo que chegou alguma nova no cinema eu corro para ver! Um beijo : *

      Excluir