sexta-feira, 22 de abril de 2016

Crônicando sobre o TCC

Fonte: Google Imagens.

      Eis uma coisa que eu aprendi nos últimos meses: o trabalho de conclusão de curso da universidade provavelmente é um tipo de monstro que se alimenta de medo e desespero profundos, e que mantém você constantemente apreensiva pensando no prazo de entrega - e se vai dar tempo de terminar tudo no tal prazo. Ok, tudo bem, confesso que posso estar sendo um pouco dramática, mas para quem não consegue pensar em qualquer outra coisa, que acorda no meio da noite pensando “eu poderia escrever isto naquela parte” ou “tenho que pegar tal livro na biblioteca para referenciar o capítulo tal”, é amigos, a situação é esta mesmo. Não há como negar. Desde o início do ano, tenho dito por aqui que estou quase me formando na faculdade de Jornalismo, e, deste modo, entrei na fase da monografia, ou trabalho de conclusão de curso. Às vezes paro para pensar em como o tempo passou rápido (os três anos e meio praticamente voaram), e já bate aquela saudade antecipada da universidade, mas, na maior parte do tempo, não consigo me concentrar em outra coisa que não seja o tal trabalho. Está sendo um período complexo e um pouco corrido, uma vez que tenho o Fleur e toda uma programação editorial a cumprir por aqui e me recuso a simplesmente deixar algo que gosto tanto de lado. Quando recebi o Prêmio Dardos, no mês passado, fiquei extremamente feliz e agradecida pelo fato de alguém gostar e reconhecer meu trabalho, e por perceber que o conteúdo que escrevo com tanto carinho e dedicação é relevante para alguém.


        Por outro lado, tenho um número considerável de apostilas, artigos e livros para ler e um trabalho gigante para redigir. A questão é que minha turma passou por inúmeras mudanças na universidade, o que acabou nos atrasando em relação ao início de um trabalho tão grande. Para você ter uma ideia, estou produzindo em menos de seis meses o que outras turmas têm três semestres para escrever. Não é pouca coisa. Mais do que nunca tenho que organizar meu tempo, e me dedicar para deixar tudo em dia. Como não poderia deixar a nerdice de lado, escolhi como tema o Capitão América (geralmente esta declaração é seguida por questionamentos do tipo “sério?” e “como assim?”). Através das histórias em quadrinhos publicadas entre 1941 e 2002 eu estou analisando de que forma ele foi / é utilizado como instrumento ideológico dos Estados Unidos. Confesso que às vezes me sinto pressionada, extremamente cansada (seja pelo trabalho em si ou das perguntas e colocações do tipo “heróis não são coisas de menina” e “você devia ter escolhido um tema “relevante” para a comunicação”) e até mesmo desanimada, mas acredito que tenho capacidade para finalizar a monografia até o dia trinta de maio (o fatídico prazo) e que, quando isso acontecer, terei o trabalho que escolhi fazer em mãos. Esta postagem é quase um desabafo, talvez um esclarecimento, e também uma mal escrita crônica. Mas é também o registro de um marco em minha vida, que não é o primeiro nem será o último, mas que, assim como todos os outros, me modifica de alguma forma e faz com que eu cresça um pouco a cada dia.

6 comentários:

  1. Ai Letticia, sei como é, já passei pelo temido TCC no curso técnico e tínhamos que criar um novo produto. Ninguém acreditava muito no nosso produto novo, mas no fim tudo acabou e hoje eu tenho uma lição que levo para toda minha vida: Mesmo que as coisas estejam muito difíceis e ruins, uma hora tudo passa.
    Ainda bem né?! Não ia aguentar o TCC para sempre! E boa sorte com a sua monografia, achei o tema muito legal e é importante sim! E não é só porque é garota que não pode falar de super heróis!

    historiasdeumamenteinquieta.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você traduziu meu sentimento através da frase: não ia aguentar tcc pra sempre! KKKKK Eu gosto de pesquisa e de escrever o trabalho, e dá um orgulho quando você termina o capítulo e vê que o trabalho está ficando bacana. Mas é bem cansativo e estressante e às vezes parece que você não vai conseguir terminar .-. Mas tudo passa né? E vai dar tudo certo! Um beijo : *

      Excluir
  2. Eu tô quase lá, mas já ando sentindo o peso do TCC. Não se fala em outra coisa durante as aulas. Espero de coração que consiga terminar e que tenha uma boa nota, aliás, eu achei o tema bem diferente e gostei, sério. Acho que isso também conta na hora das notas, viu? ♥ Uma boa sorte pra ti, moça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, eu tecnicamente fiz / estou fazendo dois trabalhos de conclusão. Um no semestre passado, que foi um produto em grupo, e a monografia, que é individual, agora nesse último semestre. Obrigada <3 Tem horas que bate aquele desespero, mas creio que vai dar tudo certo! Um beijo : *

      Excluir
  3. Putz...eu lembro quando estava na época do meu tcc. Ainda tinha também todas as outras matérias pra produzir conteúdo e estudar...não foi fácil, ainda mais quando no meio do semestre meus professores sugeriram (vulgo mandaram) eu mudar meu tcc inteiro! D: Mas lembro quando saiu a nota e foi o momento mais glorioso :P Aguente firme que no fim tudo valerá a pena.


    Relíquias da Lara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deus do Céu! Se alguém me fizesse mudar o tema nessa altura do campeonato eu acho que morria! Eu estou aguardando ansiosamente este momento glorioso! Obrigada <3 Um beijo : *

      Excluir