domingo, 14 de junho de 2015

Resenha: O Teorema Katherine


“Ela virou-se para ele, o rosto arredondado, as bochechas fofas e sardentas, e se inclinou para frente, os lábios num biquinho, e beijou-o na bochecha. Esse foi o primeiro beijo de Colin, e os lábios dela lembravam o inverno - frios, secos e rachados -, então ocorreu a Colin que a sensação despertada pelo beijo não fora nem de perto tão boa quanto o som da voz dela perguntando se ele queria ser seu namorado”. 

     Colin Singleton é um ex-garoto prodígio de dezessete anos que acaba de se formar no Ensino Médio e de levar o fora de sua décima nona namorada. Sim, dezenove namoradas. E todas, sem exceção, chamadas Katherine. Quando se trata de garotas (e, no caso de Colin, sempre se tratava), todo mundo tem seu tipo. O dele não era físico, mas sim linguístico. Esqueça todas as variações do nome, principalmente as Catherines. Não, tinha que ser Katherine, com K. E a história começava sempre da mesma maneira: Colin conhece Katherine. Katherine gosta de Colin. Colin e Katherine namoram. Katherine termina com Colin. Simples assim.

      Depois de um término dramático, ele resolve cair na estrada junto com seu melhor amigo Hassan, um garoto excêntrico e de ascendência libanesa. Dirigindo o Rabecão de Satã (uma forma carinhosa de chamar o próprio carro) e com seu inseparável caderninho anotações no bolso, o ex-garoto prodígio viciado em anagramas e PhD em levar o pé na bunda, tem finalmente seu “momento eureca”: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, usando da pura matemática, o desfecho de qualquer relacionamento. Fato que, convenhamos, vai o elevar ao patamar de grande gênio da humanidade e resolver seus problemas com Katherines. Pelo menos é isso que ele espera. Eu já disse que todas as dezenove, sem exceção, terminaram com ele?




Título: O Teorema Katherine.
Autor: John Green.
Páginas: 304 páginas.
Editora: Intrínseca.
ISBN: 978-85-8057-315-2




 
 Numa narrativa divertida, o autor John Green prende o leitor nas páginas desse enredo cativante até o final, uma marca registrada das histórias de Green. Um romance diferente, mas, ao mesmo tempo, com elementos tão comuns, que trás a tona os problemas da adolescência, as dúvidas em relação ao futuro, aos estudos e à vida. Na busca para descobrir o porquê de todos os relacionamentos com as Katherines não terem dado certo, Colin Singleton acaba percebendo que nem tudo está perdido, conhecendo novos lugares, vivendo situações inusitadas e fazendo novos amigos.


A um tempo atrás vi que a Editora Intrínseca tinha aberto inscrições para parceiros, e resolvi tentar (uma vez que pelo menos 70% dos livros da minha estante são deles!). Eu tinha até me esquecido, e pensava que o resultado já tinha sido divulgado, até que dia 12 de junho recebo um e-mail da editora, falando que o Fleur estava entre os selecionados! E, de agora em diante, é blog parceiro 2015 da Editora Intrínseca! Vão rolar muitos sorteios, e claro, vem muita resenha de ótimos livros por ai!



16 comentários:

  1. Nunca li nada do John green justamente por nenhuma resenha me dar aquela vontade de conhecer seus livros, mas a sua foi simplesmente ao contrario e ressaltou os pontos que eu adoro saber nos livros ♥

    http://www.leitecombiscoitos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! <3 Eu procuro sempre falar o que eu mesma gostaria de saber lendo uma resenha, e claro, sem dar spoiler! Se ler, me conta o que achou! Um beijo : *

      Excluir
  2. Parabéns pela parceria moça, acho que a editora é uma das minhas preferidas também kk ♥ Confesso que não gostei muito desse livro do John, ele não me prendeu como os outros, não me satisfez e me senti indignada com o final, mas tudo bem, tudo bom, faz parte né? Parabéns novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3 Eu fiquei indignada foi com o final de Quem é Você, Alasca? . Já leu? Esse, na minha opinião, é um dos finais mais bacanas dos livros do Green (o do Teorema), mas se eu contar o porquê vai sair spoiler! KKKK Um beijo : *

      Excluir
  3. Hey, Lettícia!
    Dos livros que eu li de John, o melhor em minha opinião é Quem é Você, Alasca?, que eu realmente amei do início ao fim. Ao contrário da maioria, não vejo nada de mais na escrita de John, e acho ACEDE bem superficial, bom, mas não tanto como a maioria, creio que o autor seja meio superestimado as vezes.
    Gostei de O Torema Katherine, achei diferente e divertido, embora o Colin me irritasse as vezes, hahaha.
    Ah, e parabéns pela parceria, eu perdi o prazo, simplesmente esqueci de me inscrever - droga, hahaha. Beijos

    Desfocando Ideias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto dos livros dele, mas fiquei revoltada com o fim de Quem é você, Alasca? No caso de ACEDE eu achei normal, o filme dramatizou mais do que o livro, na minha opinião. Obrigada! Fiquei super feliz <3 Um beijo : *

      Excluir
  4. Esse é o meu livro preferido do John Green, não sei bem o porquê haha
    Adorei o post, parabéns pela parceria com a Intrinseca

    http://ruasazuis.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto de quase todos, mas ainda não defini um favorito. Obrigada! <3 Um beijo : *

      Excluir
  5. Oi Lettícia!
    Eu adoro o John Green e acho que O Teorema é um dos livros mais engraçados que já li, rsrs
    E parabéns pela parceria! A Intrínseca é ótima :)
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Mariana! Eu também gosto dele, mais especificamente da forma que ele escreve. Eu gostei mais do Teorema do que de outros mais famosos dele (como A Culpa é das Estrelas). Obrigada! Estou bem animada com essa parceria <3 Um beijo : *

      Excluir
  6. Ai, muito amor por esse livro! <3
    Já vi tanta gente dizendo que odiou e eu realmente não entendo! hahaha. Achei infinitamente melhor e mais criativo do que A Culpa é das Estrelas. É o meu livro preferido do John Green, junto com Quem é Você, Alasca?
    Amo todos os personagens e a história realmente me cativou de uma forma incrível.
    Amei a resenha, Lettícia! E parabéns pela parceria, com certeza participarei dos sorteios! <3

    Lovecats | allieprovier.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Traduziu meu pensamento! Eu até gosto de ACEDE, mas o Teorema é tão mais legal <3 Eu fiquei revoltada com o final de Quem é você, Alasca? , mas enfim kkkk Obrigada! Participe sim, vão ser muitos <3 Um beijo : *

      Excluir
  7. Parabéns pela parceria!! <3 Eu ainda não li nada do John Green, mas não duvido que seja super leve mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! <3 Leia! Mas se quer uma dica comece por este, O Teorema Katherine, depois Quem é você, Alasca? , ai Cidades de Papel e A Culpa é das Estrelas! Eu não li nesta ordem, mas estão meio que na organização dos que eu mais gostei primeiro kkkk Um beijo : *

      Excluir
  8. Eu estava querendo ler esse livro, mas fiquei meio indecisa, o único livro que li dele eu amei, foi A Culpa é das Estrelas. Quero ler ainda, espero não me arrepender :P
    E PARABÉNS pela parceria <3
    Beijos, Gingz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já li quase todos os livros dele, e este é um dos melhores, vai por mim. Leia, não vai se arrepender mesmo! Obrigada ♡♡♡ Um beijo :*

      Excluir