quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Bate-Papo: Raony Phillips

Depois de me proporcionar a oportunidade incrível de conhecer a Jojo Moyes em maio (clique para saber mais), a Editora Intrínseca mais uma vez me presenteou, desta vez com um bate-papo superdescontraído com Raony Phillips, o criador de uma das minhas séries favoritas do momento, “Girls In The House”. No fim de julho, a editora convidou os parceiros para participar de um hangout com o autor, que está lançando o livro “Meu Livro. Eu que Escrevi”, da personagem principal da websérie, a Duny. Minha ideia inicial era filmar todo o hangout – o que, no caso, eu fiz -, mas na hora da edição o áudio e a imagem não queriam se alinhar de forma nenhuma, e acabou que tive de deixar apenas o áudio. De qualquer forma, foi muito bacana ter as perguntas respondidas e saber um pouco mais sobre o processo de criação do Raony, que dupla quase todos os personagens, roteiriza, grava as cenas no jogo The Sims e edita tudo antes que o episódio finalmente vá ao ar em seu canal no Youtube. Sobre o livro, ele contou que recebeu total liberdade criativa da editora, e que a edição conta com páginas coloridas, fotos da personagem principal / autora e títulos de capítulos em inglês, assim como os episódios da série. Quer saber mais? Dá o play!



Quase como uma autobiografia de Duny, o humor e a ironia são características marcantes da narrativa, e ele conta que para escrever como a personagem foi preciso deixar que ela “tomasse conta”, afinal, é quase como se suas criações fossem várias facetas de sua personalidade – ele até brincou com a semelhança com o personagem de “Fragmentado”. Sobre a dublagem, é impressionante ver a facilidade como Raony passa de um personagem ao outro e desenvolve diálogos entre eles. Ele revelou que sempre gostou de desenhos animados, e que seus favoritos eram os apresentados pela Hanna Barbera e pela antiga Fox Kids, que atualmente é o canal Disney XD. Já sobre a produção da websérie Girls In The House, ele comentou que a série “Desperate Housewives” é uma forte inspiração, e que o final de GITH já está planejado, com cena final e tudo. Contudo, ainda não sabe quando o episódio vai ao ar, e segue criando novas temporadas (socorrinho). Seu processo de criação envolve pensar no roteiro e nas funcionalidades do jogo The Sims, já que nem todas as cenas imaginadas por ele são possíveis algumas vezes (quem aí não se lembra do Uber do Brett?). Sobre os demais projetos, ele contou que, além de sua carreira musical, ainda tem planos para novas séries para o Youtube, ainda sem data de lançamento. 

“Demônia”, seria uma série sobre uma mulher que encaminha as pessoas para o inferno, como se fosse uma assistente social, sabe? E aí ela diz onde elas erraram e porque vão ser levadas para lá. Também seria um conteúdo de humor”. 


Sobre “Meu Livro. Eu que Escrevi”, ele disse que o que o leitor pode esperar é a transcrição da Duny como ela é na série, já que a autora interrompe a narrativa até mesmo por conta de coisas com as quais se distraiu no momento em que estava “escrevendo” a obra. Raony disse ainda que acha estranho ver os bordões das personagens que criou fazendo parte do cotidiano de milhares de pessoas da vida real, e que o livro vai ganhar uma turnê de autógrafos pelo Brasil! As datas serão divulgadas em breve nas redes sociais da Editora Intrínseca, então fiquem de olho! E é isso! Eu demorei um pouco para colocar este vídeo no ar por conta dos problemas que tive na edição, mas espero que você tenha gostado, pois amei a experiência! Se curtiu, não esquece de deixar o seu like no vídeo, e se ainda não se inscreveu no canal do Fleur, não perde mais tempo e se inscreve que toda semana tem conteúdo novo - e tiver alguma sugestão ou que fazer uma indicação de filme, livro, série ou quadrinho, deixa aqui nos comentários! Ah, é claro que a Duny não ia perder a oportunidade de apresentar ela mesma o livro, né? Dá o play!




Parágrafo

Nenhum comentário:

Postar um comentário