sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Um conto de Natal

       

       Todos os anos, assim que outubro chega ao fim já começa a preparação para o natal. Há quem diga que é muito cedo (mas pessoas, falta só um mês!), mas lá em casa sempre foi rotina montar a árvore, espalhar os enfeites, tentar encher a casa com o máximo possível de luzes que piscam e planejar com considerável antecedência qual será o cardápio da ceia (E possivelmente o do ano novo também).

    Lá para o meio de novembro começa um ritual. "Mãe, cadê a caixa com as coisas de natal?", "Vó, as gatas roeram o pisca-pisca de novo!", e mais um punhado de frases padrão. A minha vó, por exemplo, sempre diz: "Cuidado pra não cair daí menina!", quando estou tentando (em vão) colocar mais algumas luzes na varanda.
    Mas este natal está sendo diferente. Não tem rotina, nem questionamentos. Não tem as risadas ou a compra de mais uma estrela ou luz de natal diferente. Este ano perdi uma coisa que infelizmente não se pode achar e de forma alguma substituir. Uma parte fundamental, que dava vida a todo o processo. A criatividade, a alegria e a habilidade. Palavras que, para mim (unidas a muitas outras) se resumem em apenas uma: mãe.

        Em meados de março Deus achou que o melhor era levá-la para perto. Acho que posso resumir assim. Foram tempos difíceis (e ainda estão sendo), onde tive de entender que os planos Dele não são os mesmos que os nossos e que certamente não se pode controlar tudo. Somos humanos, consequentemente imperfeitos. Mas, apesar de tudo, Ele nos ama, mesmo que achemos injusto que algo tão precioso nos seja tirado.

        Quando comecei a escrever este conto, havia o imaginado de um jeito. Mas, à medida que ele foi se desenvolvendo, seguiu seu próprio rumo. Acredito que seja assim com a maior parte das coisas que nos acontecem: quando as imaginamos são de uma forma, mas, ao se tornarem ações seguem seu caminho, muitas vezes independente de tudo o que havíamos planejado. 
      Não sei se é a época ou as circunstâncias em que me encontrei em 2014 (ou a união dos dois), mas ando refletindo muito ultimamente. Tenho abandonado velhos hábitos e descoberto novos, excluído o que me faz mal e procurado algo que me faz bem.  Uma das coisas que minha mãe dizia é que, além de se estar com a família (e comer muito para se arrepender no ano seguinte. Alô, projeto verão!), nesta época também é preciso fazer uma limpeza. "No armário, na casa e na vida".  
        (É válido dizer que este post era, na verdade, para apresentar o layout especial de natal? Porque era.)

4 comentários:

  1. Quando entrei no blog fiquei encantada com o layout de natal, e quando o li o título da postagem vim com olhos brilhando esperando algo bem festivo. Levei um soquinho no estômago :(
    O ente querido mais próximo que "perdi" foi minha vó. Mas acho que enxergo (ou tento enxergar) o mundo da mesma forma que ti. Tudo acontece por uma razão. E que seja pela vontade de Deus. Texto lindo. ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu mantive o título quando o texto tomou outro rumo. Para dizer a verdade, minha intenção era escrever algo bem festivo, mas né, não se pode controlar essas coisas. Agradeço demais o tanto que você e as meninas do grupo tem me ajudado, e sim, que seja pela vontade de Deus. Obrigada!

      Um beijo : *

      Excluir
  2. Eu só descobri a intenção do post na ultima linha. Mas eu entendi tudo o que você quis dizer, aliás, esse é o texto mais confuso, sábio, bonito e concreto que li em 2014. E fico muito contente que você tenha entendido os planos de Deus, muitas pessoas preferem deixar de acreditar que as coisas tem um propósito quando coisas como essas acontecem.
    E o seu layout ficou lindo, não me canso de olhar.
    Fique em paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando eu cheguei no fim do texto percebi que o objetivo inicial tinha se perdido completamente, por isto tive de acrescentar mais uma linha. Muito obrigada por suas palavras, por ter lido o post e por estar sempre por aqui. Como eu disse para a Ana ali em cima, o grupo tem me ajudado muito, e agradeço, de coração <3

      Um beijo : *

      Excluir